são paulo - corredores 7

Corredores e faixas exclusivas de ônibus: a prioridade ao transporte coletivo

Por: Celso Campello Neto

   Desde 2013, a prefeitura de São Paulo vem incentivando o uso do transporte coletivo na cidade por meio de uma série de ações. Além da criação de novas modalidades do Bilhete Único (cartão de transportes da cidade), com as opções de validade diárias, semanal e mensal, a medida mais controversa foram as faixas exclusivas de ônibus.

   De um plano inicial de 150 km, a prefeitura acabou ampliando, até setembro de 2014, para 361 km de vias que funcionam na faixa de rolamento do lado direito das ruas e avenidas da capital, tirando espaço dos carros e gerando muita polêmica. A medida, no entanto, vem mostrando benefícios. Segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) paulistana, houve aumento de 68,7% na velocidade média nos 59,3 km de faixas exclusivas de ônibus implantadas apenas em 2014.

   No Programa de Metas divulgado no início da gestão do prefeito Fernando Haddad, está também incluída a construção de 150 km de corredores exclusivos. Estes, funcionam à esquerda da faixa das vias e costumam ser segregados das demais faixas de rolamento. As obras ainda estão em andamento.

   Os corredores colaboraram, juntamente com as faixas exclusivas, a aumentar consideravelmente a fluidez dos ônibus paulistanos, levando a que cada vez mais pessoas optem pelo transporte coletivo. Além de tirar os carros das ruas, a tendência é de melhora na qualidade do ar e de crescimento crescente na demanda do Bilhete Único na capital.

___________________________________________________________

2014-07-23-14.12

Celso Campello Neto é professor da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), especialista em Gestão de Projetos e Inteligência de Mercado e diretor-executivo da Benefício Certo, empresa brasileira de gestão de benefícios aos trabalhadores.

Deixe um comentario

Hey, então você decidiu deixar um comentário! Isso é ótimo. Basta preencher os campos necessários e clique em enviar. Note que o seu comentário terá de ser revisto antes da sua publicação - medida para evitar spam.