Como combater a ansiedade no ambiente de trabalho?

WhatsApp
LinkedIn
Facebook
Skype
Twitter
Email

Em um momento que crescem os índices de ansiedade no local de trabalho, tornou-se um desafio para gestores de RH a questão da saúde mental de colaboradores, visto que é papel do recursos humanos preservar o bem-estar do profissional.

Segundo estudo realizado pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje) 52% dos trabalhadores brasileiros sofrem de ansiedade durante o tempo de serviço. O mesmo levantamento evidenciou que 47% dos colaboradores afirmaram se sentir cansados com frequência.

Diante desses dados, cabe aos gestores procurar por maneiras de como reduzir esses índices a fim de tornar o ambiente corporativo mais saudável para todos. Portanto, neste artigo, iremos discorrer sobre esse tema com o objetivo de ajudar as empresas a lidarem com essa questão que assola cada vez mais o dia a dia dos profissionais.

O que é ansiedade?

Em primeiro lugar, é importante esclarecer o que é ansiedade para que o setor de recursos humanos possa ter maior entendimento sobre o transtorno e tomar as decisões mais adequadas para melhorar esse quadro.

Entende-se como ansiedade quando a pessoa está com uma preocupação excessiva ou constante sobre algo que pode ou não acontecer, além disso, a crise de ansiedade é marcada por sentimentos de angústia, insegurança e tensão. 

A ansiedade também provoca sintomas físicos para as pessoas como falta de ar, tontura, boca seca, taquicardia, suor em excesso, problemas digestivos e abdominais, entre outros.

O que causa ansiedade no trabalho?

Existem diversas razões que podem ajudar a causar um quadro de ansiedade em uma pessoa, inclusive o próprio trabalho. Prazos apertados, excesso de responsabilidade, preocupação demasiada com a demandas e ambientes tóxicos são algumas razões que desencadeiam essa condição.

Fato é que esses fatores podem intensificar cada vez mais o transtorno, afetando o paciente em diversas situações.   

Hábitos do RH para ajudar os profissionais que sofrem de ansiedade

O RH pode ser um canal de diálogo e comunicação sobre pautas relacionados à saúde mental, deste modo, é possível implementar algumas ações dentro da empresa para encorajar e incentivar a discussão acerca do assunto. Algumas maneiras de fomentar essa discussão:

Promova palestras relacionadas ao tema

É muito importante educar as pessoas com relação aos temas que envolvem a saúde mental, especialmente porque esse tipo de assunto que costuma ser um tabu para muita gente ou então é uma pauta muito sensível para falar abertamente.

Portanto, uma das maneiras de ir quebrando essa barreira, é levando profissionais da área para que possam falar sobre o assunto com propriedade de maneira que explique como o transtorno acontece e como ele pode se apresentar na vida de cada um.

Tenha um plantão psicológico na empresa

A empresa pode ter também o apoio de um psicólogo para ajudar os colaboradores nesse processo de autoconhecimento, pois quem sofre de ansiedade precisa entender como ela pode ser aliviada em momentos de crise.

Existem algumas orientações para controlar a crise de ansiedade, como diminuir o ritmo da respiração, desviar a atenção dos sintomas, usar a imaginação guiada, entre outras coisas, que podem ser indicadas por um psicólogo que atua com foco na saúde mental dos colaboradores.

Incentive uma cultura organizacional saudável

Um dos pontos mais importantes dentro de uma empresa é a promoção de um ambiente de trabalho saudável. Uma cultura organizacional tóxica tende a deixar os profissionais doentes, com quadros de ansiedade, depressão e burnout.

Portanto, é necessário que os líderes da empresa promovam bem-estar e qualidade de vida aos colaboradores, de modo que, os profissionais não se sintam coagidos, apreensivos ou angustiados.

E, então, sua empresa tem colocado em prática alguma ação para combater a ansiedade dentro da organização? Priorizar a saúde dos colaboradores e promover qualidade de vida e bem-estar faz parte das responsabilidades dos líderes e gestores!

Lorem ipsum dr?

Vamos tomar um café e conversar mais, que tal?

LEIA TAMbém