Como desenvolver a cultura do feedback na empresa

Muito se fala sobre a cultura do feedback e a importância dessa prática dentro da empresa. De um modo geral, as organizações estão sendo mais receptivas com a ideia e buscam implementa-la, pois entendem que o hábito pode melhorar os processos. 

Contudo, ainda há aquelas que não aderiram ao feedback e isso deve-se ao fato que esse tipo de exercício dentro da empresa para alguns funcionários não é tão bem-vindo, uma vez que, elas associam a atividade como uma crítica negativa. 

Entretanto, existe um ponto que deve ser esclarecido: o feedback precisa ser, necessariamente, um retorno que visa melhorar os resultados e deve estimular o colaborador. Dessa forma, não pode ser uma repressão ou uma bronca, porque isso gera desconforto e até mesmo medo entre os profissionais. 

Quais as vantagens de aderir a cultura do feedback? 

Muitos dos problemas relacionados à gestão de pessoas estão ligados a falta de feedback, quando não existe uma comunicação clara entre os profissionais é porque há, claramente, falta de integração na empresa, consequentemente, isso gera uma comunicação pouco efetiva, desentendimentos e também baixa produtividade. 

Com o feedback é possível saber onde há erros, acertos, o que precisa melhorar ou o que pode mudar. Se contar que estimula o colaborador a evoluir como profissional e cria uma relação de confiança. 

 5 maneiras de desenvolver a cultura de feedback na empresa 

Para implantar a cultura do feedback na empresa, listamos alguns passos importantes. Veja a seguir:

 

  • Esteja aberto ao diálogo 

 

Contextualize os fatos e dê o feedback de forma construtiva, mostrando o que pode ser melhorado no trabalho. Também diga quais resultados espera que sejam alcançados. 

É importante entender que um feedback deve ser uma conversa, então dê espaço para que o colaborador mostre o seu ponto de vista ou ate mesmo sugestões. É uma maneira de deixa-lo mais confortável e começar a construir uma relação de confiança entre os envolvidos.  

 

  • Dê feedback individuais e em grupo 

 

É necessário conhecer os melhores momentos para dar um feedback ao grupo ou individualmente. Uma crítica relacionada a uma única pessoa não deve ser feita na frente de todos, por exemplo. Um elogio, neste caso, pode ser feito individualmente e depois ser reconhecido em público. 

Já os feedbacks sobre o bom desempenho do grupo, podem ser comentados em uma reunião com a equipe. Caso queira fazer uma critica sobre determinado assunto que envolve todos os colaboradores, lembre-se sempre de falar em um tom construtivo. 

 

  • Faça da prática um hábito 

 

É importante normalizar o feedback e para fazer isso é necessário ter uma frequência na atividade. Existem empresas que costumam realizar uma reunião de feedback a cada três meses, por exemplo.

Algumas até promovem dinâmicas em grupo para realizar a atividade. É claro que isso depende muito do perfil da equipe. Há pessoas não se sentem à vontade em receber um elogio na frente dos outros, por exemplo. Então é essencial conhecer o perfil do time para saber como aplicar o feedback. 

 

  • Favoreça um ambiente seguro para os colaboradores 

 

Como dito acima, existem pessoas que não se sentem tão à vontade em receber feedbacks, então, é necessário proporcionar um ambiente onde todos se sintam mais confortáveis e receptivos. 

Um jeito interessante de fazer isso é pedindo opiniões informais sobre as suas ações, assim a pessoa se sente mais confiante e verá que existe um canal aberto para este tipo de troca. 

 

  • Promova avaliações anônimas 

 

A avaliação anônima é um ótimo jeito de incentivar as pessoas a darem mais feedback sobre a empresa. Por ser de forma anônima, elas se sentirão mais tranquilas a darem suas opiniões sinceras com relação às melhorias que podem ser feitas nas perspectivas delas. 

Gostou das dicas? Que tal começar a implantar a cultura do feedback na sua empresa e ver como isso pode ser benéfico para as equipes de trabalho?

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *