Como funciona demissão em comum acordo?

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Todo mundo conhece alguém que entrou em acordo com a empresa para ser mandado embora. Essa prática foi por algum tempo considerado ilegal, no entanto, com as novas regras da CLT, as companhias e colaboradores podem chegar nesse consenso de forma legal.

Na demissão de comum acordo o trabalhador tem o direito de receber:

  • Férias vencidas com acréscimo de 1/3 constitucional;
  • Férias proporcionais acrescidas do 1/3 constitucional;
  • Aviso prévio 50%, se o trabalhador for indenizado;
  • FTGS;
  • Décimo terceiro salário proporcional;
  • Salário dos dias trabalhados antes do desligamento;
  • Multa de 20% a 80% sobre FGTS;
  • Salários atrasados, caso houver.

Benefícios para empresa na demissão de comum acordo

Algumas empresas acreditam que não é vantajoso entrar em comum acordo com o colaborador para demiti-lo, afinal, por que negociar e oferecer vantagens para alguém que não quer mais fazer parte da companhia?

No entanto, a demissão de comum acordo também pode ser muito benéfica para empresa. Veja os motivos:

Menos custos com a demissão

Desligar os colaboradores causa um custo para empresa e poder negociar com ele sua saída da companhia, contribui com a redução de gastos que ocorre nesse processo.

Com a regulamentação dessa prática é possível finalizar o ciclo desse profissional que deseja sair da companhia sem arcar com valores integrais, uma vez que algumas multas são reduzidas pela metade. O melhor de tudo é ter o amparo da legislação, já que agora a demissão consensual é permitida por lei.

Ganho estratégico

São muitos os motivos que fazem o profissional querer encerrar o ciclo na empresa, pode ser porque ele recebeu uma proposta melhor, esteja buscando novos desafios ou até mesmo porque deseja abrir o próprio negócio.

Fato é que quando ele toma essa decisão, é porque já está certo que este é o melhor momento para isso. Desse modo, será que vale mesmo a pena manter alguém que não deseja continuar? Até que ponto isso é benéfico para empresa?

Negociar a demissão do colaborador é um jeito de encerrar bem um ciclo com alguém que durante determinado tempo ajudou a empresa a crescer. Sem ressentimentos!

E então, conseguiu entender melhor sobre a demissão em comum acordo? Continue acompanhando o blog da Benefício Certo para ler mais sobre direitos e deveres trabalhistas assegurados pela CLT.

Lorem ipsum dr?

Vamos tomar um café e conversar mais, que tal?

LEIA TAMbém

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no skype
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email