Gestão de PME durante a pandemia

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

O coronavírus vem causando grandes prejuízos na economia. Diversas companhias tiveram que mudar ou se adaptar para conseguir manter as operações, mas as pequenas e médias empresas, certamente, são as que mais sofrem em tempos de crise.

Empresas de menor porte, muitas vezes de origem familiar, são as que possuem menos fôlego para passar por períodos de grande retração, poi não têm um relacionamento tão profundo com bancos e tendem a enfrentar maior dificuldade para trabalhar com frentes compensatórias, como por exemplo, adaptar as vendas para o modo online, como exige o modelo de negócio atual.

E um bom gerenciamento das finanças faz toda diferença em momentos de crise. Saber quais estratégias preparar e utilizar em períodos de baixas de venda pode significar muito para o pequeno e médio empreendedor.

Por isso, neste artigo vamos mostrar como uma gestão bem-feita pode salvar muitos negócios. Veja a seguir!

Analise o atual cenário

O primeiro passo para organizar a casa é avaliar o cenário atual e entender como é possível melhorá-lo. Onde pode cortar gastos, quais são as despesas indispensáveis? É preciso pôr tudo na ponta do lápis, para analisar o que e quanto a empresa pode bancar ou não.

No entanto, se ainda com as reduções a conta fechar no vermelho, talvez seja preciso segurar alguns investimentos até que tudo fique no lugar novamente.

Reveja as opções de pagamento e recebimento

Parte desse processo de análise é olhar atentamente ao caixa da empresa. Sabemos que uma das principais soluções adotadas pela maioria dos empreendedores é pedir um empréstimo ao banco. Será mesmo essa uma boa alternativa?

Uma maneira de ter dinheiro em mãos é antecipando os recebíveis, um jeito de transformar as vendas a prazo em recursos líquidos imediatos, por meio de descontos a clientes que pagam à vista ou antes da data de vencimento, em caso de boletos. A empresa pode recorrer a essa estratégia quando for necessário ter dinheiro em caixa.

Estude novas formas de vendas

Empresas que funcionam especialmente de forma presencial viram seus negócios extremamente fragilizados por causa do isolamento social. Contudo, neste momento é preciso pensar em novas formas de vendas.

Utilizar o e-commerce se tornou praticamente vital para os negócios, além disso, é possível vender pelas redes sociais como Facebook, Instagram e até mesmo o WhatsApp. Ofereça serviços de entrega e descontos para quem compra online!

Utilize software de gestão

Uma gestão financeira bem-feita está relacionada a capacidade de organização de processos. Por isso é muito importante utilizar softwares que permitam ter total controle sobre o negócio, bem como contas a pagar e a receber, notas fiscais, estoque, entre outros recursos importantes para o bom funcionamento de qualquer empreendimento.  

E mesmo em tempos de crise, vale a pena fazer esse investimento que será vantajoso para a vida toda. É válido fazer uma pesquisa de mercado, para entender qual software cabe no orçamento da empresa e atende as necessidades demandadas.

Percebe a importância de ter um olhar sobre todo o negócio, a fim de evitar prejuízo e estar sempre preparado para imprevistos? Sabemos que é impossível controlar algumas situações, mas é preciso estar minimamente preparado para enfrentar crises.

Continue lendo os artigos da Benefício Certo para mais dicas de gestão e empreendedorismo!

Celso Campello Neto

Professor universitário e CEO da
Benefício Certo

Lorem ipsum dr?

Vamos tomar um café e conversar mais, que tal?

LEIA TAMbém

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no skype
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email