PAT: conheça as vantagens e sua importância

Quem trabalha com recursos humanos, certamente, já conhece o PAT, o Programa de Alimentação do Trabalhador.

O PAT foi criado pelo Ministério do Trabalho em 1976 e regulamentado pelo Decreto nº 5, de 14 de janeiro de 1991. Essa iniciativa visa proporcionar melhores condições de alimentação ao trabalhador, além de prevenir doenças relacionada ao trabalho, promovendo qualidade de vida.

Esse programa exerce a responsabilidade social entre o poder público e privado em oferecer segurança alimentar aos trabalhadores brasileiros.

No entanto, as empresas não são obrigadas a aderir o programa, porém, há muitos benefícios para aquelas que participam do PAT. Então, se quiser saber como essa parceria pode trazer muitos benefícios para empregador e empregado, continue a leitura!

Por que aderir ao PAT?

Se a sua empresa ainda não faz parte do PAT, sugerimos uma reflexão a respeito do assunto. São muitos benefícios para todos os envolvidos, desde a melhoria de qualidade de vida a ganhos financeiros.

A seguir, conheça essas vantagens:

Isenção de encargos sociais e incentivo fiscais 

A empresa que aderir ao PAT tem direito a isenção de encargos sociais, no caso, o FGTS e INSS. Outro benefício interessante é que as empresas que estão no regime tributário com base no Lucro Real conseguem deduzir as despesas relacionadas a alimentação em até 4% do Imposto de Renda.

Mais produtividade na empresa 

Algo que deve ser levado em consideração é o ganho produtivo que as empresas têm ao participar do PAT.

Funcionários que se alimentam bem e possuem refeições adequadas num ponto de vista nutricional, são mais dispostos. Além disso, os profissionais se sentem mais valorizados por estarem trabalhando em um local que preza pela saúde e bem-estar.

Mais qualidade de vida para os colaboradores 

Como explicitado acima, ter uma alimentação saudável é sinônimo de qualidade de vida para o colaborador.

Empresas que se preocupam com isso têm um ponto a mais ao que se refere a visibilidade no mercado, pois a relação entre empregado e empregador mudou muito com o passar dos anos e a satisfação do colaborador vai além de um bom salário.

Ajuda a reter talentos 

Os melhores profissionais querem estar nas melhores empresas. Oferecer bons benefícios aos trabalhadores é uma ótima maneira de chamar atenção daqueles talentos que ainda não fazem parte do seu quadro de funcionários.

E esses profissionais se sentem mais atraídos por lugares que oferecem não apenas um salário competitivo, mas também que possuem uma cesta de benefícios que ajuda a manter o bem-estar deles.

Como fazer parte? 

Bom, a esta altura do campeonato você já conhece os impactos positivos que as empresas têm em participar do PAT. No entanto, uma dúvida que paira no ar é sobre como fazer parte do programa.

Existem muitas modalidades que atendem o PAT. Veja a seguir:

Cozinha terceirizada 

Grandes empresas costumam ter uma cozinha terceirizada dentro do estabelecimento. Com um refeitório no local, a comida é preparada e servida aos colaboradores. Mas, para escolher esta opção, é importante ter uma estrutura adequada para isso, lembrando sempre que a qualidade de vida de todos os colaboradores é foco do PAT.

Serviço próprio

Se a empresa não quiser contar com uma cozinha terceirizada, ela mesmo pode oferecer este tipo de benefício ao colaborador. Então, ela precisa contratar os profissionais que cuidarão deste setor, produzindo as refeições e distribuindo-as.

É algo bastante comum também para as grandes empresas, especialmente fábricas e indústrias onde existem mais estruturas para uma cozinha do tipo.

Cesta básica 

As empresas podem ter como benefício a entrega de cesta de alimentos, sendo assim, os colaboradores podem levar suas próprias refeições no dia-a-dia, porém, é algo que precisa ser bastante avaliado, uma vez que, normalmente, os colaboradores utilizam o transporte público para se locomover, o que dificulta um pouco o transporte da cesta.

Refeições transportadas 

Quem opta por este tipo de serviço, também terceiriza a produção das refeições juntamente com a entrega, no entanto, o fornecedor prepara os alimentos na própria cozinha e fica responsável por levar até a empresa contratante.

Cartões de vale-refeição ou alimentação  

Essa opção é a mais comum entre as empresas, especialmente, entre aquelas que estão localizadas próximo a centro comerciais, por terem perto delas restaurantes, lanchonetes, padarias, etc.

Esses cartões são bastante usados entre os colaboradores e é um benefício muito democrático, pois os funcionários podem escolher onde querem fazer as refeições (com o vale-refeição) ou em quais mercados preferem fazer compras (com o vale-alimentação).

Como se cadastrar no programa? 

Para fazer parte do programa é muito simples e qualquer empresa pode se cadastrar. É só acessar o site trabalho.gov.br e preencher o formulário referente ao PAT e escolher uma das modalidades do benefício.

Agora que você já conhece a importância do PAT e como se cadastrar, que tal fazer parte deste programa? Você ainda pode contar com a Beneficio Certo para fazer a gestão deste benefício!

Gostou do conteúdo? Fique atento ao nosso blog, pois traremos muitos assuntos voltados pertinentes ao mundo corporativo.

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *