Quais são as melhores práticas para dar feedback negativo no processo seletivo?

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Conduzir um processo seletivo não é uma tarefa simples, por isso as empresas têm buscado investir cada vez mais em RH’s qualificados.

Pesquisa de talentos, entrevistas e admissões são atividades comuns para quem é dessa área, mas além disso os profissionais precisam lidar com os candidatos que não passam de fase durante a seleção.

Deste modo, o RH deve dar os feedbacks negativos aos talentos. No entanto, como dizer que alguém não irá prosseguir no processo seletivo? Por ser algo extremamente delicado, muitos recrutadores possuem dificuldade em realizar essa parte fundamental no processo de seleção de novos profissionais.

Com intuito de ajudar os RH’s a realizarem essa tarefa, vamos mostrar a seguir algumas práticas que ajudam a tornar o feedback negativo um pouco mais fácil e, sobretudo, humanizado. Acompanhe a leitura a seguir:

Não demore em dar o retorno

Sabemos que os candidatos ficam ansiosos para receberem uma reposta e mesmo que os processos seletivos sejam demorados, é importante colocar como prioridade dar o devido retorno aos profissionais.

Muitas empresas demoram em retornar com o feedback ou nem mesmo o fazem, além de gerar frustrações nos talentos, tais atitudes são vistas como falta de respeito pelos profissionais, portanto, inclua esse passo no recrutamento e seleção da empresa.

Tenha objetividade

Muitos profissionais de RH pecam, na hora de dar um retorno negativo, pelo excesso de subjetividade, na tentativa de não magoar o candidato. No entanto, é o oposto deve acontecer, pois o feedback é uma importante ferramenta de crescimento pessoal e profissional.

Claro que deve haver delicadeza nas palavras, mas é preciso ser o mais claro possível na hora de passar a mensagem, destacando pontos positivos e lembrando que, neste momento, é o RH que representa a empresa.

Tenha empatia

Não conseguir uma oportunidade de emprego, especialmente quando se queria muito a vaga, é frustrante para todo profissional. Por isso a empatia no momento do feedback negativo é muito importante.

Se colocar no lugar do candidato para escolher as palavras certas e mostrar que o esforço não foi em vão, são coisas fundamentais nesse processo. Enfatize que a contratação não ocorreu, especificamente, naquele momento, mas que as portas da empresa estão abertas para futuras oportunidades.

Evite clichês: dê um feedback construtivo

Uma das coisas que os candidatos costumam reclamar é o fato de o feedback ser uma mensagem padrão.

Mas a verdade é que os profissionais não passam de fase ou não conseguem a vaga por motivos diferentes, então o ideal é que o RH tenha a preocupação de mostrar quais pontos podem ser melhorados para que os talentos tenham a chance de aprimorar em próximos processos seletivos.

Dar um feedback negativo em um processo de seleção pode ser uma tarefa desafiadora para a maioria dos profissionais de RH, no entanto faz parte do recrutamento e seleção e é uma oportunidade de contribuir com a carreira dos candidatos de forma positiva.

Portanto, não deixe de incentivar os talentos a continuarem as buscas e a estarem atentos as novas vagas que a empresa pode abrir.

Gostou do nosso artigo? Continue acompanhado o nosso blog para mais leituras relacionadas ao RH e não se esqueça de compartilhar esse conteúdo em suas redes sociais!

Lorem ipsum dr?

Vamos tomar um café e conversar mais, que tal?

LEIA TAMbém

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no skype
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email