Treinamento e sua importância no ambiente organizacional

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Tendo em vista a busca contínua pelo melhor método de formação de equipes, a área de treinamento é um dos subcampos de recursos humanos, que tem despertado cada vez mais discussões e reflexões. Muitos gestores acreditam que o treinamento é uma perda de tempo e dinheiro, mas é uma ferramenta extremamente valiosa para manter a equipe atualizada e receber treinamento, além disso, em muitos casos, o treinamento é um fator decisivo para determinar a persistência dos colaboradores na organização.

 Nesse caso, você verá a empresa aumentar seu investimento em treinamento. Um estudo do Bureau of Economic Analysis dos EUA e dados de empresas líderes em treinamento mostram que os gastos globais com treinamento em 2018 foram de aproximadamente US $ 366 bilhões, um aumento de 18% nos últimos cinco anos. No entanto, é importante analisar a participação desses funcionários nos treinamentos oferecidos.

A maioria das empresas tende a buscar treinamentos “prontos”, ou seja, sem promover adaptação à realidade da empresa, isso tende a tornar os treinamentos mais entediantes para os funcionários. Esses treinamentos mais ortodoxos tendem a utilizar tecnologias ultrapassadas, que geralmente não promovem a participação da equipe de apoio.

Portanto, é importante que a empresa entenda o público que será discutido publicamente, a fim de adequar qualquer treinamento para que o palestrante possa utilizar uma tecnologia mais adequada para veicular as informações necessárias. O importante é que o treinamento seja produtivo, divertido e envolvente. Talvez você precise investir mais para isso, mas ainda é a melhor opção para treinar a equipe e reter os talentos da empresa.

Indicadores de necessidade de treinamento

1 – Entenda os gargalos de cada área e busque treinamento para eles. Por exemplo, se for difícil para a área de suporte ao cliente manter um bom relacionamento com os clientes, procure reclamações e sugestões de melhorias dos clientes em relação aos pontos-chave que devem ser resolvidos nos treinamentos.

2 – Realizar pesquisa para levantamento das necessidades de treinamento de cada equipe. Desta forma, você pode garantir que seus funcionários se tornem participantes ativos no treinamento e se sintam envolvidos.

3 – Os funcionários da Geração Y (especialmente) geralmente estão ansiosos para obter as recompensas do desenvolvimento profissional. Outra forma de atrair a atenção dessas pessoas é criar um espaço online onde os cursos direcionados se concentrem em tópicos mais gerais, como liderança, comunicação, etc.

4 – Encontre pessoas capacitadas que possam fornecer treinamento aos seus colegas. Desta forma, você valorizará o conhecimento da pessoa e gradualmente o administrará para criar uma cultura de cooperação e compartilhamento de conhecimento.

5 – Crie um ambiente de compartilhamento de conteúdo. É interessante criar um local onde todos possam compartilhar publicações e vários formatos de conteúdo que podem ser usados como treinamento para outros.

6 – Se não houver um treinamento realmente útil para sua organização, não há necessidade de contratá-lo. Desenvolva um plano de treinamento anual para desenvolver um orçamento e orientação de assunto.

Se você não investe nas pessoas que vão trabalhar, não adianta querer fazer a empresa crescer. Com a ajuda de excelentes profissionais, é possível desenvolver e fortalecer a força da marca da organização.

Gostou do nosso artigo? Continue acompanhando nosso blog para ler mais sobre assuntos relacionados ao mercado de trabalho, RH, e muito mais!

Lorem ipsum dr?

Vamos tomar um café e conversar mais, que tal?

LEIA TAMbém

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no skype
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email